Feijão com Arroz

Serviços de design na medida

Menu

10 mercados promissores para investir em 2016

Empreendedorismo Leia em 6 minutos

O ano de 2016 pode ser encarado como difícil para uns, mas como uma chance de empreender para outros. Enquanto algumas pessoas acreditam que a crise econômica é período de retração, outros preferem entender que este é o momento certo para agir, apostando nas tendências do mercado e investindo tempo e dinheiro para obter bons frutos.

Nesse contexto, existem diversos mercados promissores em 2016. Eles são as principais tendências e representam boas ideias para investimentos neste ano. É claro que tudo depende de muito esforço e motivação, mas abrir uma empresa voltada para esses segmentos é uma chance extra de sucesso.

Vamos a eles?

Alimentação

Pode parecer que alimentação é um mercado saturado, mas basta olhar com mais atenção para entender que há alguns nichos ainda pouco explorados. E as tendências residem nesses nichos.

Nesse sentido, uma das opções é a da alimentação para pessoas que têm restrições alimentares, como os intolerantes à lactose e ao glúten, apenas para citar os mais comuns. Nesse caso, a ideia é aliar uma dieta mais saudável à restrição alimentar que a pessoa já possui.

Como um adicional, existem várias pessoas que não têm fortes restrições alimentares, mas que optam por adotar esse estilo de alimentação mais saudável por se sentirem melhores. Ou seja, o mercado para esse segmento está em expansão.

Outra ideia relacionada à alimentação que está bastante em voga é o das comidas prontas, especialmente as saudáveis. Muitos empreendedores estão apostando na entrega de comidas prontas para quem não tem dinheiro para almoçar em restaurantes ou para quem prefere evitar as “tentações” alimentares do dia a dia.

Ou seja, se o mercado de alimentação está saturado, o objetivo agora é inovar.

Economia compartilhada

A shared economy, ou economia compartilhada, é uma tendência não só de 2016, mas dos próximos anos. A ideia aqui é aproveitar ao máximo os espaços, ambientes e qualquer coisa que possa ser compartilhada.

Por exemplo, se você tem um escritório, mas não o usa durante parte do tempo ou ainda tem espaço sobrando, por que não o compartilhar com outro empreendedor, dividindo também a secretária, os suprimentos e os recursos necessários?

Além de ser mais econômico, a ideia da economia compartilhada é obter o máximo com o mínimo, ou seja, o objetivo é ser mais sustentável.

Educação

Em épocas de crise, é claro que a educação é um bom investimento. Mas não é apenas para quem pretende melhorar seu nível educacional. Empreendedores que querem se voltar para esse segmento podem ter bons resultados.

A ideia é simples: você, como empreendedor, oferece cursos de educação profissional, que são procurados por milhares de pessoas que querem melhorar seu nível de renda, mudar de profissão ou até mesmo se recolocar no mercado.

Nesse caso, os mercados promissores estão bastante direcionados para a formação técnica, para a capacitação e para a especialização. Uma ideia interessante é observar as outras tendências e oferecer cursos nessas áreas.

Reciclagem

Se a ideia da sustentabilidade está sendo bastante abordada e colocada em prática nos dias de hoje, a reciclagem também está, afinal, ambos os conceitos estão atrelados.

No caso especificamente da reciclagem, a grande vantagem para o empreendedor é que ele nem sempre precisará adquirir a matéria-prima. Além disso, pode trabalhar com peças de valor mais baixo, representando uma margem de lucro maior.

Realidade virtual

Você ainda acha que realidade virtual é coisa de cinema? Pois saiba que este é um dos mercados promissores para 2016. A aposta reside no fato de que muitas empresas já lançaram seus óculos de realidade virtual no mercado, enquanto outras estão apostando nessa tecnologia para promover treinamentos, cursos e eventos, entre outros.

É claro que essa área exige um bom investimento devido à tecnologia intrínseca. Porém, existem outras apostas que podem ser mais viáveis, como a produção de conteúdos a respeito da realidade virtual, por exemplo.

Leitura biométrica

Outro segmento bastante relacionado à tecnologia, a leitura biométrica é uma das apostas devido ao amplo uso em empresas. Atualmente, academias, escolas, faculdades e até mesmo empresas de outros segmentos investem na leitura biométrica.

Por enquanto, o foco está mais voltado para a leitura de digital, mas é importante lembrar de que existe a possibilidade de investir em leitura facial ou de retina. Estes últimos ainda são dúvida quando se pensa em sua ampla utilização, mas é uma boa ideia apostar na leitura biométrica.

Qualidade de vida no trabalho

Bastante próxima das empresas e que pode ajudá-las a ter mais produtividade e maiores lucros, a qualidade de vida no trabalho é tendência. Esse mercado promissor advém de pesquisas, que demonstraram que a aposta em uma melhor qualidade de vida no trabalho resulta em mais produtividade, colaboradores mais satisfeitos e, consequentemente, em menos gastos da empresa com a saúde dos funcionários.

Nesse contexto, existem várias formas de trabalhar. Uma delas é oferecer programas que auxiliem os colaboradores a lidar com o estresse do dia a dia. Outras opções são oferecer feedbacks, descontos ou subsídios em cursos e especializações, proporcionar períodos de descanso ou de ginástica laboral, entre outras ações.

Beleza e cosméticos

Apesar de o Brasil estar em crise, o ramo de beleza e cosméticos continua crescendo ou, pelo menos, mantém-se estável. Por serem itens que exigem pouco investimento (exceto marcas mais caras), os produtos que fazem parte desse segmento continuam sendo adquiridos normalmente, trazendo bom retorno para os empreendedores.

Incluem-se aqui as franquias voltadas para um serviço especializado, como a manutenção da sobrancelha, por exemplo. Outra boa aposta é com relação aos revendedores, pessoas que possuem catálogos de produtos de beleza e cosméticos e vendem para amigos, conhecidos e até mesmo de porta em porta. Assim, investe-se pouco e o retorno dependerá do esforço do empreendedor.

Manutenção e reparo

O setor de serviços está em franca expansão e isso também ocorre com o segmento de manutenção e reparo. Com a rotina cada vez mais agitada, as pessoas procuram pessoas e empresas especializadas em instalação e em montagem de equipamentos.

Por sua vez, com a crise, muitos estão optando por reparar o que estragou em vez de adquirir um novo produto. Está aí a chance de investir e ter sucesso no negócio próprio.

Terceira idade

Serviços direcionados à terceira idade é um dos maiores mercados promissores de 2016. Com o envelhecimento geral da população e com o aumento da expectativa de vida, os idosos procuram cada vez mais serviços que atendam às suas necessidades. Mas tudo tem que ser feito com paciência e respeito, tratando esses clientes como consumidores em larga escala.

Nessa categoria, é importante citar serviços de viagem, eventos, bailes, academias, alimentação etc. Ou seja, existe uma série de opções para quem quer trabalhar com esse público.

Gostou de conhecer os mercados promissores deste ano? Então, aproveite e veja 5 ideias de negócios em alta para 2016.

Quer compartilhar?
Empreendedor ideias conteudo email

Que tal o melhor conteúdo sobre empreendedorismo para você ter sucesso nos negócios?

Faça como centenas de nossos leitores: