Feijão com Arroz

Serviços de design na medida

Menu

Como vender mais na crise?

Empreendedorismo, Finanças Leia em 5 minutos

Mesmo enquanto todo mundo está falando em crise econômica, você tem se perguntado se é possível vender mais neste momento difícil? Você está certo em se questionar sobre isso! Com certeza, existem caminhos para crescer, apesar da instabilidade do mercado, e as empresas que identificarem essas oportunidades serão as que conseguirão ter sucesso.

Vale lembrar que muitos segmentos têm crescido naturalmente, devido ao tipo de produto ou de serviço que oferecem, como desenvolvimento de software, por exemplo. Entretanto, existem ótimos exemplos de empresas que crescem apesar da crise, pertencentes a diferentes setores, de alimentação a cosméticos.

Mas, afinal, o que faz essas empresas crescerem quando todos se preocupam com queda de vendas? Sobre isso que vamos falar neste post, apontando algumas estratégias para vender mais que você pode implementar em seu negócio agora mesmo. Ou vai esperar a crise bater em sua porta?

O importante é não se preocupar tanto. Para ter melhores resultados, você não precisará gastar muito dinheiro. Ações simples são suficientes para você começar a ter crescimento em vendas. Mas não é só isso: você precisa entender que se continuar agindo da mesma forma que age hoje, provavelmente nada acontecerá. É preciso muita dedicação e iniciativa da sua parte como empreendedor para se tornar ainda mais competitivo em meio à crise.

Vamos começar?

1. Entenda quem é seu cliente

Este, com certeza, deve ser um dos primeiros passos que você deve tomar: conhecer seu cliente e qual é o diferencial de seu produto ou serviço para ele. Muitas empresas têm errado em tentar sair da crise ignorando que esse período também afeta seu público — muitas vezes, de forma ainda mais severa.

Por mais que você já tenha um estudo detalhado do perfil do seu cliente, vale fazer uma atualização. O comportamento das pessoas certamente muda em tempos difíceis: elas se tornam mais inseguras em fechar negócio e passam a valorizar benefícios diferentes dos produtos e serviços que adquirem.

Mas o que fazer para entender melhor o que pensa e quer seu cliente? Pergunte! Faça pesquisas com seu público-alvo via e-mail, telefone ou, até mesmo, presencialmente.

2. Adapte seu produto ou serviço

Neste momento, você pode perceber que seu produto ou serviço não é fundamental para seu cliente. Neste caso, você possui duas opções: insistir nele ou optar por adaptações. Se escolher a primeira opção, com certeza, suas vendas serão reduzidas e você pode inclusive, acabar caminhando para um desempenho insuficiente para manter as contas em dia.

Já se você fizer a escolha de adaptar seu produto ou serviço para a nova realidade do mercado, tem grandes chances de garantir ótimos resultados. Quando falamos em adaptação, podemos considerar mudanças no próprio produto ou serviço ou, até mesmo, inserção de novos no portfólio. O que importa é você entender o que realmente seu cliente fará questão de adquirir. Saiba que tem mais chance de crescer quem busca inovar na crise.

3. Construa uma marca forte na internet

Sua marca é facilmente reconhecida pelo seu público-alvo? Eles conhecem as vantagens e os benefícios de comprar com você? Mesmo que tenha respondido sim para essas perguntas, em tempos de crise, é fundamental continuar investindo em construção de marca, principalmente para atrair novos consumidores pela internet.

Para começar, sua empresa possui uma identidade visual bem elaborada? Seu site é moderno e atualizado? Utiliza técnicas de marketing digital para alcançar seu público potencial? Não se esqueça: cada vez mais as pessoas usam a internet para comprar — mesmo que a aquisição ocorra de fato apenas no ponto de venda.

É na web que elas procuram por produtos, comparam preços e analisam opiniões de outros consumidores. Garanta sua presença digital — ou corra risco de sequer ser considerado como opção de compra.

4. Fidelize seus clientes

Já ouviu o dado que fala que é cerca de 6 vezes mais barato manter um cliente fiel do que conquistar um novo? Mais do que nunca, você deve levar muito a sério essa informação. Aposte em estratégias de fidelização para manter compras recorrentes de pessoas que já interagiram com sua marca.

Falando em fidelização, existe uma estratégia para este fim que você precisa conhecer: o overdelivering. Traduzindo para o português, esta expressão significa entregar além do esperado. Ou seja, na experiência de compra de seu cliente, dar a ele além das suas expectativas. Isso pode acontecer em forma de brindes, cupons promocionais e até mesmo mimos, como um café especial na loja ou alguém disponível para levar as compras até o carro.

Surpreenda seu cliente e entregue um excelente atendimento para envolvê-lo com sua marca. Além de voltar a comprar, ele certamente indicará sua empresa para seus amigos e familiares.

5. Reduza custos operacionais

Infelizmente, se o mercado está mais difícil, você também terá que apertar o cinto quando o assunto são as finanças de sua empresa. Você já ouviu a expressão comum entre empreendedores “cortar a carne para não cortar o osso”? Talvez, seja a hora de começar a fazer isso em seu negócio, ainda mais se for para realocar despesas em ações que tragam mais resultados.

Comece reduzindo custos menos importantes, que não impactem a essência de seu negócio. Vale a pena, também, negociar com seus fornecedores. Fique tranquilo: a maioria possui uma margem de desconto já prevista, por isso, aproveite este benefício.

E, por fim, mantenha um excelente fluxo de caixa. Ele ajudará você a entender onde os valores economizados podem ser investidos para você vender mais.

6. Estude seus números

Mais do que nunca, é preciso tomar decisões estratégicas para seu negócio e isso não se faz sem analisar com profundidade todos os dados disponíveis. Monitore seus resultados, mas não apenas em faturamento mensal. É necessário olhar para outros fatores, como ticket médio, recorrência de clientes fiéis, custo de aquisição de novos clientes e produtos com maior potencial de faturamento.

São essas e outras informações que vão garantir que você tome as decisões certas para vender mais. Não se esqueça, em momentos como esse, sai na frente quem consegue perceber movimentos e tendências antes dos concorrentes. Garanta que este seja você!

Pronto! Neste post, mostramos para você algumas estratégias que podem ajudá-lo muito a superar a recessão econômica e até a aproveitar oportunidades que surgem com ela. Comece agora mesmo a colocá-las em prática, mas lembre-se: você precisa alinhar as ações com o perfil de sua empresa e de seu público. Personalização contínua é outra excelente chave para o sucesso!

Você está preparado para vender mais na crise? Comente aqui em qual estratégia você vai apostar.

Quer compartilhar?
Empreendedor ideias conteudo email

Que tal o melhor conteúdo sobre empreendedorismo para você ter sucesso nos negócios?

Faça como centenas de nossos leitores: