Feijão com Arroz

Serviços de design na medida

Menu

Como encontrar um sócio ideal para o meu negócio?

Empreendedorismo Leia em 5 minutos

Dizem que é melhor gerenciar um empreendimento sozinho do que ter um sócio. Mas será que isso corresponde à realidade? Na verdade, ter alguém que ajude a tocar o negócio, que divida as responsabilidades, apresente novas ideias e tenha uma forma diferente de pensar pode ser bastante enriquecedor e fazer com que a empresa inove mais e se destaque perante a concorrência. Mas, então, como encontrar um sócio perfeito?

Escolher um sócio pode trazer muitas vantagens, mas também alguns desafios. Tudo vai depender de como esse processo é realizado. Ou seja, escolher o sócio com base em afinidades, amizade ou por questões familiares pode ser uma atitude errada se outros elementos não forem considerados. Por outro lado, o sócio pode representar uma complementação de habilidades, esforços e aptidões, além de também poder injetar recursos financeiros importantes para a evolução do empreendimento.

Assim, é importante que a escolha pelo sócio seja muito bem pensada, definida com paciência e calma. No caso de fazer parcerias com amigos, também é preciso analisar esses elementos. Apesar de a amizade facilitar algumas questões, porque já há confiança e parceria entre os envolvidos, pode haver problemas em outros setores, como a comunicação.

Então, quais elementos precisam ser analisados em uma sociedade? Confira os principais.

Complementação de capacidades

Ter um sócio que tenha as mesmas habilidades e capacidades que você não traz muitos benefícios ao negócio, porque ambos pensam da mesma forma ou de maneira bastante similar. Por isso, é importante que o sócio tenha capacidades complementares.

Por exemplo, se você é muito realista e tem dificuldade de arriscar e inovar, precisa de um sócio que não tenha medo de aplicar novas ideias. Outra situação é se você é supercriativo, mas não entende nada de gestão. Assim, a outra parte pode cuidar do gerenciamento.

Estilo de trabalho

O estilo de trabalho é muito importante na hora de estabelecer uma sociedade. É fundamental criar uma parceria com o sócio, entender que precisará ficar ao lado dele boa parte do tempo e, por isso, é necessário gostar dessa pessoa.

O estilo de trabalho envolve não apenas elementos como a organização no escritório ou a forma de encarar a jornada de trabalho. Também passa por entender que momentos difíceis surgirão e que o sócio deve encará-los da mesma forma que você, sendo que um precisa incentivar o outro sempre que necessário.

Comunicação

Comunicar-se é essencial em qualquer relacionamento e, em uma parceria de trabalho, é um elemento que não pode ser deixado em segundo plano. Assim, deve-se ter liberdade para falar sobre o que se quer, dar novas ideias, fazer sugestões e discutir sobre os problemas que aparecem no dia a dia.

Quando a sociedade é estabelecida com amigos ou familiares, a comunicação é ainda mais importante, porque as partes envolvidas podem querer não se confrontar. No entanto, essa atitude pode ser bastante prejudicial com o passar do tempo.

Para melhorar a comunicação com o sócio (e até mesmo com o restante da equipe), a dica é fazer reuniões estratégicas semanais, aplicar reuniões diárias para descobrir pontos fortes e fracos e possíveis empecilhos etc.

Motivações

Os sócios precisam ter motivações alinhadas. Eles podem pensar de maneira diferente, ter competências e habilidades diversas, mas a motivação precisa ser a mesma. Caso contrário, o negócio está fadado à falência. Nesse sentido, a motivação significa ter o desejo de alcançar as mesmas metas e os mesmos objetivos, de ter ideias em comum para o futuro da empresa.

Por exemplo, se você pensa em fazer a empresa crescer e continuar tocando o negócio, mas seu sócio acredita que o negócio deve ser vendido após atingir determinado valor, a motivação não é a mesma e não vale a pena continuar com a parceria.

Confiança

Firmar uma parceria passa pela confiança. Ou seja, é preciso confiar no sócio, acreditando que o negócio está sendo gerenciado da melhor forma possível. Pense: uma sociedade é bastante similar a um casamento. Se você não confiar no parceiro, invariavelmente surgirão problemas e imprevistos.

Além disso, a confiança ajuda a acelerar a tomada de decisões e os resultados, já que se infere que o sócio é um especialista e está adotando a opção mais acertada.

Experiência

Os sócios precisam ter experiência em seus segmentos e considerar esse elemento na hora de fazer a parceria. Se na hora de contratar um colaborador, você vai pesquisar e avaliar o currículo dele, por que não faria isso com o sócio?

Então, para ter certeza de que a escolha pelo sócio é acertada, verifique a experiência dele e faça um teste se necessário. Você pode trabalhar alguns dias com essa pessoa e, se der certo, pode oferecer a sociedade. Nesse período, também pode ser avaliado o método de trabalho, item já citado como fundamental para a escolha do sócio.

Autoconhecimento

O autoconhecimento também é necessário na hora de escolher um sócio. Afinal, cada uma das partes deve saber conscientemente quais são seus pontos fortes e fracos, em que requisitos poderão ajudar e contribuir e quais são suas maiores dificuldades. Dessa forma, fica mais fácil encontrar o sócio ideal para o seu negócio.

Assim, para chegar a um resultado assertivo e encontrar um sócio ou investidor, uma das principais dicas é aplicar o elevador pitch.

Elevador pitch

Esta é uma técnica de discurso que tem o objetivo de fazer com que a outra pessoa tenha interesse de conhecer mais sobre o seu negócio, isto é, o elevador pitch é uma conversa mais superficial que ajuda a levar o discurso a outro nível.

Para isso, há cinco dicas principais:

  • Mostre ao futuro sócio o que a empresa faz e quais são os benefícios que pode oferecer. Apresente um exemplo real e mostre como o seu negócio pode solucionar o problema;
  • Indique grandes clientes e marcas com os quais sua empresa já trabalhou. Isso mostra que você e sua equipe têm fôlego para trabalhar com grandes projetos;
  • Faça o discurso rapidamente, apresentando algumas informações relevantes e detalhistas, mas nada confidencial. O objetivo é mostrar o que a sua empresa faz e como pode ser um bom negócio;
  • Relaxe e seja natural. Mostrar tranquilidade indica que você tem confiança no seu próprio negócio;
  • Receba feedbacks. Ter o retorno de outras pessoas e de possíveis sócios e investidores é a melhor maneira de evoluir sempre.

Assim, você poderá encontrar o sócio ideal, que ajudará a trazer mais sucesso para a empresa. Para entender melhor sobre como encontrar um sócio e aprofundar seus conhecimentos sobre outros assuntos relacionados à gestão do negócio, assine a nossa newsletter e esteja sempre atualizado.

Quer compartilhar?
Empreendedor ideias conteudo email

Que tal o melhor conteúdo sobre empreendedorismo para você ter sucesso nos negócios?

Faça como centenas de nossos leitores: