Feijão com Arroz

Serviços de design na medida

Menu

Análise de concorrência: entenda agora o que é e como fazer

Empreendedorismo Leia em 5 minutos

Você conhece os seus concorrentes? Muitos microempreendedores responderiam a essa pergunta de maneira genérica:“Sim, abriu um escritório que oferece os mesmos serviços que o meu na semana passada”. Mas conhecer a concorrência vai muito além disso, e pode ser um diferencial competitivo para empresas de pequeno porte.

Uma parte essencial da evolução contínua de um empreendimento é aprender consigo mesmo e com os outros. Fazendo isso, o empresário aprende com os próprios erros e acertos e com o que há de semelhante no mercado.

Mas esse é um processo contínuo: uma vez que você decide fazer uma análise da concorrência, deve levar isso a sério, e sistematizar o processo e dividir as informações com os seus colaboradores.

Assim, o empresário passa a entender a posição da sua organização no mercado em que atua e pode motivar a sua equipe a atingir resultados mais palpáveis, já que eles já foram obtidos por outras empresas.

Então, para te ajudar a entender melhor como fazer uma análise de concorrência, fizemos este passo a passo. Continue lendo e confira!

Para começar, olhe para si mesmo

Não se pode analisar nada aleatoriamente. Portanto, o primeiro passo para aumentar a sua competitividade é olhar para si mesmo — entender o que a empresa é, os seus processos internos, seus pontos fracos e fortes, oportunidades e ameaças:

  • pontos fortes: o que tem dado um resultado positivo no seu empreendimento? Qual tipo de serviço tem a melhor aceitação? Houve algum elogio sobre algum produto ou serviço?
  • pontos fracos: alguma meta não foi atingida? Há alguma reclamação constante? Algum produto não está sendo vendido? Uma campanha não obteve o resultado esperado?
  • oportunidades: houve alguma sugestão feita pelos clientes? Há uma demanda no mercado que ainda não foi devidamente atendida?
  • ameaças: algum concorrente novo surgiu no mercado? Alguma empresa está oferecendo um serviço diferenciado? Clientes citam bastante o seu concorrente na hora de fechar negócio?

A partir dessa primeira análise, a definição de objetivos claros vai ajudar o empresário a esquematizar os próximos passos e a promover uma melhoria contínua para o negócio. Inclusive, empresas de todos os setores costumam realizar análises como essas para entender o que são e para onde pretendem ir.

Faça uma análise interna

Se um setor da empresa tem um desempenho melhor do que o outro, ou se um vendedor consegue vender mais que os outros, por que não utilizar esses casos para inspirar e aperfeiçoar seus outros setores?

Lembre-se: informações sobre como se chega a um bom resultado devem sempre ser compartilhadas. E departamentos diferentes também podem aprender uns com os outros. Sem dúvida, isso ajuda a melhorar processos internos.

Mas, atenção: por ser mais facilmente aplicada, esta técnica tende a ser a mais utilizada no mundo empresarial. A desvantagem é que, assim, você olha apenas para “dentro da caixa” — e quem deseja expandir o negócio e aumentar os lucros precisa pensar além disso.

Entenda quem são os seus verdadeiros concorrentes

Se você vai aprender, deve aprender com os melhores, com aquelas empresas que já estão estabelecidas no mercado e com os seus concorrentes diretos. Por isso, o próximo passo da análise deve ser a elaboração de uma lista.

Se a sua empresa é do ramo de seguros, por exemplo, liste as empresas semelhantes que atuam no mesmo bairro e cidade, até mesmo a nível nacional, para ficar por dentro das novidades do seu nicho.

Além disso, para incrementar a sua lista, pense como um cliente: o que você buscaria no Google caso quisesse encontrar as soluções que você oferece? Quem busca por uma seguradora, por exemplo, provavelmente procura por “seguros de vida + o nome da cidade” ou “melhores seguros para carro”.

Então, faça o mesmo e veja quais empresas e profissionais individuais estão em destaque. Dessa forma, além de entender melhor o mercado, você pode se antecipar e trabalhar os seus diferenciais de acordo com as características dos concorrentes.

Defina estratégias de coletas de dados

Os dados sobre as organizações nem sempre são de fácil acesso, principalmente aqueles que as levaram até um bom resultado. Logo, a coleta desses dados pode ser o processo mais difícil da análise da concorrência, mas ainda há formas de chegar até eles:

  • utilize clientes ocultos, que possam visitar a loja física;
  • visite as redes sociais deles com frequência;
  • assine a lista de promoções;
  • crie alertas das menções sobre os seus concorrentes no Google alerts.

Todas essas ações podem ser executadas pelo próprio dono, mas nada impede que ele delegue essas atividades a algum colaborador. Alias, ouvir o que os seus funcionários têm a dizer sobre os concorrentes também pode servir para coletar os dados que você precisa.

Use a análise da concorrência para otimizar os processos da sua organização

Se você oferece um produto melhor que o seu concorrente, e com um preço mais acessível, por que as vendas dele são superiores? Uma análise bem construída serve para responder perguntas como essa.

Contudo, não confunda se espelhar com copiar. Ninguém se sentiria bem ao ver a sua ideia ser plagiada — e com muita razão. Em vez disso, adapte as práticas da concorrência ao contexto da sua própria organização.

Quanto a isso, a análise da concorrência deve ser compreendida como um processo de gestão; uma ferramenta que pode ser utilizada para melhorar o seu fluxo de serviço, como o de vendas e marketing.

Talvez, o seu concorrente esteja investindo em melhores canais de venda, por exemplo, ou esteja tratando os clientes de uma maneira mais adequada na hora do fechamento do negócio.

Com essas informações, o empresário pode saber onde investir para voltar a crescer. Talvez seja preciso fazer uma nova promoção ou, até mesmo, melhorar a sua presença na web. De uma forma ou de outra, o investimento será aplicado no local correto, sem gastos desnecessários e sem perda de tempo!

E aí, gostou do post? Bem, se você chegou até aqui, deve estar interessado em conteúdos desse tipo. Então, aproveite para nos seguir nas redes sociais e não perca as nossas atualizações em primeira mão.

Quer compartilhar?
Empreendedor ideias conteudo email

Que tal o melhor conteúdo sobre empreendedorismo para você ter sucesso nos negócios?

Faça como centenas de nossos leitores: