Feijão com Arroz

Serviços de design na medida

Menu

A importância do planejamento de marketing para PMEs

Comunicação Leia em 5 minutos

Existe uma série de fatores envolvidos quando o assunto é planejamento de marketing para PMEs. Entre eles, estão as estratégias que a empresa deseja adotar como posicionamento, os objetivos almejados pelo marketing, quais as ações que permitirão alcançar tais objetivos, o orçamento necessário para a sua realização e os resultados que podem ser efetivados com o plano estipulado.

É importante entender que o marketing precisa ressaltar a política da empresa e não apenas veicular uma série de informações em busca da atenção do cliente em torno de uma imagem não tão fiel à realidade. Como, muitas vezes, o posicionamento de marketing acontece de forma intuitiva, por meio dos sonhos do empreendedor, o planejamento serve para ajustar esses sonhos em processos realizáveis em curto prazo. Ou seja, ajuda a estipular objetivos, prioridades e algumas metas. E, ao longo do tempo, acabam imprimindo uma imagem concisa para a organização.

Por isso, encare o planejamento de marketing com seriedade, afinal, ele vai comunicar o posicionamento da sua organização de acordo com a missão, com a visão e com os valores definidos. Essa é uma vitrine decisiva para a sua imagem no mercado.

Existem algumas ferramentas e estratégias que podem ser adotadas a fim de ampliar os resultados obtidos pelo seu planejamento. Confira:

Quem é o seu público-alvo?

Talvez, a parte mais importante em se dedicar a um planejamento de marketing seja compreender quem vai se beneficiar dele. Por isso, identifique o seu público-alvo e o conheça o quanto puder.

Se possível, trace seu perfil e trabalhe sobre ele, obtendo informações sobre as suas preferências, seus hábitos de compra, sua cultura, etc. Conhecendo o contexto no qual seu público está inserido, busque saber mais sobre a demanda que ele gera a você: quais são os problemas a serem solucionados, que tipo de produto ou serviço ele busca e para qual finalidade.

Só assim sua empresa poderá agir estrategicamente, de forma eficaz, para levar solução aos clientes e sucesso ao planejamento de marketing.

Quais são as suas condições atuais?

Para que você possa traçar suas metas e seus objetivos da forma mais eficaz possível, além de conhecer o público para o qual você as direcionará, é imprescindível conhecer exatamente quais são as condições atuais da sua empresa. Isso inclui desde as principais potencialidades do seu negócio, até as suas principais fraquezas.

Uma ferramenta que auxilia no momento de realizar esse diagnóstico é a análise SWOT, o medidor de Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças da sua organização. As duas primeiras são voltadas para fatores internos, tais como qualificação da equipe de trabalho, variedade de produtos e preço, por exemplo. E as duas últimas são direcionadas para os fatores externos à sua organização e que não estão sob o seu controle, como o aumento significativo de impostos, a crise econômica e variações sazonais prejudiciais ao seu negócio.

Sabendo quais são as variáveis que afetam suas atividades, quais as principais características que podem ser salientadas na sua empresa e quais as que precisam ser mais bem exploradas, é muito provável que o seu planejamento de marketing alcance maior eficácia.

Onde você quer chegar?

Você conhece o seu público-alvo, sabe quais são as principais características (positivas e negativas) que envolvem sua empresa e sabe quais são os fatores que podem influenciar a sua atuação no mercado — é hora de definir o que você pretende alcançar com o planejamento de marketing, mapeando os seus objetivos e as suas metas.

Para isso, trabalhe o seu objetivo principal de forma fragmentada. Divida-o em objetivos menores e mais fáceis de serem realizados e, principalmente, estipule metas. O que você quer alcançar, qual é o prazo e em que escala.

Além de facilitar a sua caminhada, as metas ainda auxiliarão você a controlar o desempenho do seu planejamento e indicarão, inclusive, se você está trabalhando de acordo com o planejado.

Como você chegará lá?

Definidas as suas metas e os seus objetivos, é preciso saber como você os tornará viáveis e executáveis. Nessa etapa, ter conhecimento e domínio sobre algumas ferramentas é imprescindível. (E um algum recurso financeiro disponível também!)

Invista em algo que lhe forneça suporte e que continue funcionando mesmo quando você precisar desligar as luzes e ir para casa descansar. Uma ótima alternativa é apostar na criação de um site, de um blog ou de uma página em rede social, constantemente alimentado, atualizado e disponível, que forneça informações a qualquer hora e que disponha de suporte para quem o acesse.

Crie portas de proximidade com o cliente e lembre-se que é ele quem trará as informações mais valiosas sobre o mercado a você.

Em quanto tempo?

Outra informação valiosa sobre os bons planejamentos de marketing é: S-E-G-M-E-N-T-E! Isso mesmo. Direcione o seu planejamento de acordo com cada um os objetivos menores. E, se possível, trabalhe com base em campanhas, voltadas para objetivos e para grupos de clientes específicos.

Um planejamento extenso e demorado tem um grande risco de “se perder” no caminho. Por isso, é importante alcançar objetivos como se fossem fases do planejamento, indicando que você está indo na direção certa.

Com quem fazer?

Sua equipe sempre será o seu melhor suporte, afinal, eles conhecem a sua empresa, os seus clientes e sabem exatamente quais são os seus concorrentes, certo? Calma lá! Suporte, sim, encarregados, não!

Sua equipe é quem vai te auxiliar a manter a conduta da sua organização sempre alinhada com o que foi planejado. Mas você pode precisar contar com um especialista, que tenha domínio e experiência na área para melhor orientar suas ações.

Outra razão importante em ter um profissional especializado acompanhando o planejamento é que nem sempre as coisas acontecem de acordo com o planejado e a orientação de alguém experiente, nesse caso, é fundamental.

E aí vão algumas dicas extras: conheça o seu concorrente como a si mesmo! Tenha certeza de que o que você está oferecendo é bom, mas fique sempre ligado para não perder nada do que acontece à sua volta.

E nunca abra mão de acompanhar o seu cliente. Se você não estiver atento a ele, seu concorrente estará. Para isso, comunique-se sempre mais e melhor. Faça com que o seu público se sinta engajado nas suas campanhas, eles precisam desejar fazer parte daquilo que você está oferecendo.

E, melhor do que marketing, apenas marketing de relacionamento. Se conquistar um cliente é bom, encantá-lo é ainda melhor!

Quer mais informações como essas? Então, curta nossa página no Facebook.

Quer compartilhar?
Empreendedor ideias conteudo email

Que tal o melhor conteúdo sobre empreendedorismo para você ter sucesso nos negócios?

Faça como centenas de nossos leitores: