Feijão com Arroz

Serviços de design na medida

Menu

7 dicas para escolher o nome do domínio perfeito para seu site

Internet Leia em 5 minutos

site é a principal porta de entrada de uma empresa na web. Por isso, é necessário ter muita atenção na hora de definir o nome do domínio.

E para que você escolha aquele que seja perfeito, apresentaremos neste artigo algumas dicas que devem ser seguidas e erros que precisam ser evitados. Vamos lá?

Como um domínio deve ser?

 

1. Curto e simples

Para que o público seja capaz de memorizá-lo facilmente, o domínio não pode ser longo demais ou excessivamente complicado.

Um exemplo clássico é a página “Cadê?”, cuja URL do buscador era “cade.com.br”. É um nome muito mais simples e acessível do que “busqueaquioquevocequer.com.br”, por exemplo.

2. De fácil compreensão

Devemos levar em conta que sites não chegam ao conhecimento das pessoas somente por buscas que elas fazem na web, mas também porque ouviram de algum amigo ou de outro meio de publicidade online, como um vídeo ou um podcast.

Por isso, para que os usuários se lembrem do seu domínio, ele não pode ter uma pronúncia difícil demais. Evite o excesso de consoantes e letras repetidas para que qualquer um consiga gravá-lo na cabeça.

3. Fácil de digitar

A mesma regra acima se aplica na hora de redigir o domínio em um navegador. Sites como “solutions2you.com.br” tem três problemas graves: termos em língua estrangeira, uso de um número no lugar de uma palavra e pronúncia diferente da escrita.

Caso alguém ouça esse domínio e tente digitá-lo, terá dificuldades e pode até desistir de acessar a página.

4. Não ter números ou hifens

Números precisam ser evitados, pois os visitantes podem digitá-los de forma errada. Afinal, ao ouvir o endereço do seu site, eles não saberão se o número 4 é usado como numeral ou se está escrito por extenso.

Hifens também proporcionam o mesmo risco, pois os indivíduos ora o colocam no lugar errado, ora simplesmente se esquecem dele. Logo, se a URL for “seguro-devida.com”, é possível se enganar e escrever “seguro-de-vida.com” ou “segurode-vida.com”.

5. Ter uma extensão apropriada

Extensões para o seu site, tais como .com ou .net, podem ser vistas como sufixos dos domínios. Algumas têm funções específicas e são mais populares, como o .com.br, que é voltada ao público brasileiro. Contudo, existem outras que você deve levar em conta na hora de criar a sua página:

  • .co: é usado como abreviação de companhia, comércio ou comunidade;
  • .info: para sites informativos;
  • .net: para sites técnicos;
  • .org: voltado a organizações não comerciais e sem fins lucrativos
  • .biz: é de uso corporativo ou comercial, como e-commerces;
  • .me: utilizado em páginas pessoais, como blogs ou currículos.

6. Estar relacionado ao produto

Esse ponto é fundamental, sobretudo para os empreendimentos que não podem fazer investimentos exorbitantes para divulgar suas marcas. Ao ler o domínio, o público tem de saber imediatamente do que o seu negócio se trata.

Por exemplo: o site “adorocinema.com.br” traz dicas de filmes que estão em cartaz, onde assisti-los, etc. E não é necessário acessar a URL para compreender isso, pois o domínio já nos traz essa ideia.

Portanto, tenha em mente qual é o termo mais ligado à sua empresa na hora de escolher um domínio.

7. Ter uma palavra-chave

Palavras-chave são os termos que os usuários inserem no Google e em outros buscadores, como Yahoo e Bing, para encontrar respostas às suas perguntas. Por isso, é importante que você tenha um bom rankeamento para palavras-chave relacionadas ao seu segmento, pois isso lhe dará visibilidade nos resultados de uma pesquisa.

Por exemplo: se uma companhia oferece seguro de vida, é essencial que ela esteja presente cada vez que alguém fizer uma busca por “seguro de vida” na web.

Existem maneiras de conseguir se posicionar entre os primeiros resultados, como trabalhar bem o SEO da página e produzir conteúdos no blog da organização. Contudo, o primeiro caminho para isso é ter a palavra-chave principal inserida no domínio.

Logo, a URL perfeita seria “segurodevida.com.br”. Por mais que o nome da corporação fosse outro, esse domínio tem o potencial de atrair muito mais visitantes para o site, além de fazer mais sentido para o público.

E se o domínio perfeito já tiver dono?

Quando o assunto é a definição de um domínio, uma triste realidade pode atingir você: o nome perfeito já tem dono, assim como todas as variantes que você havia pensado.

Partindo do exemplo que demos acima, “segurodevida.com.br”, as chances de alguma outra seguradora já ter adquirido esse domínio são enormes. Porém, há soluções para isso.

A primeira, se você quiser muito aquela URL para o seu site, é fazer uma proposta de compra. Tenha em conta que bons domínios não são baratos, mas se forem condizentes com o seu negócio, podem trazer resultados superiores em termos de posicionamento e links patrocinados ao longo do tempo.

Pense em alternativas variadas para o seu domínio caso o nome perfeito esteja indisponível e você não consiga ou não possa comprá-lo do atual dono. Por exemplo: “segurodevidabarato.com.br” em vez de “segurodevida.com.br”.

Outra solução é usar metáforas ou vinculações à sua marca dentro do seu domínio.

Vamos a mais um exemplo: Ipanema é uma das praias mais conhecidas do Brasil. Logo, as chances de uma pessoa inserir esse nome em um buscador porque está querendo passar umas férias no Rio de Janeiro são altas. Por isso, o site “ipanema.com” é voltado ao turismo na cidade, com dicas sobre o que fazer, onde se hospedar etc.

Quais erros devem ser evitados ao escolher o nome do domínio?

Por fim, separamos aqui alguns procedimentos que você não deve adotar na hora de decidir o seu domínio:

  • usar palavras que levem acentuação: considerando que estas não podem ser inseridas em uma URL, endereços como “facacomunicacaoagora.com” soam estranhos, já que não é possível criar o “façacomunicaçãoagora.com”;
  • colocar nomes que sejam de marcas registradas: mesmo alterando algumas letras, não é uma boa ideia ter um domínio do tipo “kokakola.com.br”;
  • utilizar domínios muito longos: se “segurodevidabarato.com.br” já tiver dono, pense em outro de mesmo tamanho em vez de inventar o “segurodevidabaratoparasuafamilia.com.br”.

Gostou do nosso texto? Seguindo essas dicas, você poderá pensar no nome do domínio perfeito para a sua empresa! E para se preparar melhor para o mundo digital, confira também os 7 erros que você não pode cometer ao migrar seu negócio físico para a internet!

Quer compartilhar?
Empreendedor ideias conteudo email

Que tal o melhor conteúdo sobre empreendedorismo para você ter sucesso nos negócios?

Faça como centenas de nossos leitores: