Feijão com Arroz

Serviços de design na medida

Menu

Coworking, sala comercial ou home office?

Empreendedorismo Leia em 5 minutos

Você já pensou em montar seu próprio negócio? Uma das principais complicações para os empreendedores é colocar em prática essa ideia! Em meio a todas as questões a se pensar, é preciso decidir onde e como vai estabelecer o negócio e quais os gastos estarão envolvidos. A grande quantidade de dúvidas aflige os empreendedores.

Uma alternativa para resolver o problema com o local para montar o seu negócio é o home office e o coworking. Quer conhecer mais sobre eles? Então, esse post é para você!

Confira mais e saiba qual o melhor espaço de trabalho de acordo com o seu tipo de negócio!

Sala comercial: o método mais tradicional ainda funciona?

As salas comerciais ainda são os principais espaços utilizados por empreendedores. Este tipo de local é recomendado para negócios que tenham um número maior de funcionários e que necessitam estar em contato frequentemente. Investir em uma sala comercial possui inúmeras vantagens e não deve deixar de ser uma opção para quem deseja iniciar um negócio.

Os serviços oferecidos em prédios comerciais, como salas de reunião, número maior de vagas no estacionamento e segurança, podem ser desfrutados não somente pelos profissionais que ocupam a sala comercial, mas também pelos clientes — alguns tipos de empreendimentos contam com visitas constantes.

Além disso, o custo do aluguel não é elevado se comparado à infraestrutura do local — como a sala comercial é um local de trabalho, é de interesse do empreendedor conservá-la, garantindo a sua qualidade.

Porém, é preciso ter atenção! Alguns prédios possuem taxas de condomínio elevadas, fazendo com que o custo de manutenção da sala comercial aumente. É necessário pesquisar com cuidado e, muitas vezes, encontrar o local ideal leva mais tempo do que imaginado, colocando em risco o início do empreendimento.

Coworking: a facilidade do networking

Você sabe o que é o coworking? Essa expressão nasceu nos Estados Unidos e é usada para designar espaços de trabalho que são compartilhados. Mas, então, profissionais de diferentes empresas trabalham juntos em um único local? Sim!

Na prática, o coworking funciona da seguinte maneira: cada empreendedor paga uma taxa mensal, que vai variar de acordo com o tamanho da empresa, e compartilha o espaço com empresários de outras organizações. Todos possuem o direito de utilizar serviços como internet, motoboy, sistemas de recados, endereço postal, entre outros.

Esse novo modelo de trabalho tem como objetivo incentivar o networking, a troca de ideias e a colaboração entre os profissionais que ocupam o mesmo espaço — que podem ser de diferentes áreas. Tudo isso é realizado em um escritório físico — o coworking não possui ligação com o home office.

A grande maioria dos espaços de coworking foi fundada por empresários autônomos, que buscavam locais alternativos para trabalhar além de suas casas. Esse método de trabalho surgiu para solucionar o problema de empreendedores que desejam iniciar seu negócio, mas sem escritório próprio de início, pois os custos são elevados e o capital poderá ser investido em outra área.

O coworking é ideal para empresários que desejam economizar! Como todos os serviços são compartilhados, os gastos também são divididos entre os profissionais. Assim, os custos são bem menores se comparados a um escritório individual. Além disso, esse sistema não possui fidelização, ou seja, você terá flexibilidade para se deslocar quando julgar necessário.

Uma outra grande vantagem desse método de trabalho é a facilidade em conhecer novos clientes. Muitas vezes, alguns profissionais fazem reuniões nestes locais, facilitando o networking.

A troca de experiências e de conhecimentos entre os profissionais que trabalham com o coworking é um benefício que deve ser explorado. Algumas dificuldades de interação podem aparecer, além da necessidade de mais espaço em determinados momentos. Porém, as vantagens desse espaço de trabalho se sobrepõem!

Mas é preciso ter atenção ao uso do espaço de coworking. Ele é indicado para profissionais autônomos ou empreendedores que ainda possuem um número pequeno de funcionários.

Home office: o sonho de muitos profissionais

O home office é um modelo de atuação que vem sendo utilizado em grande escala pelas empresas. Nele, os profissionais realizam o trabalho direto de suas casas, não sendo necessário ir até um escritório físico. Apesar de ser o sonho de muitos empreendedores, ele não pode ser utilizado em todas as organizações. É necessário que se tenha um planejamento e a adoção de estratégias para que o home office funcione e gere resultados.

Além das empresas, profissionais autônomos, em especial os freelancers, utilizam esse sistema de trabalho. No home office, o funcionário não precisa se deslocar até o local de trabalho, possuindo mais tempo para produzir e evitando o desgaste físico e mental. Não é necessário também que a empresa se preocupe com os gastos de transporte e alimentação dos funcionários, reduzindo os seus custos.

Outra vantagem do home office que é apreciada pelos investidores é a otimização do espaço. Como a maior parte dos profissionais trabalha em casa, o ambiente físico pode ser pequeno, diminuindo os gastos da empresa com infraestrutura e manutenção.

Mas nem tudo são flores no home office! Diversos empreendedores optam pelos gastos com um escritório físico. Isso se deve principalmente graças à responsabilidade que um profissional precisa ter para trabalhar em casa. O ambiente proporciona uma descontração maior se comparado ao escritório, elevando o nível de procrastinação dos profissionais. Por isso, é importante que a dedicação e concentração sejam prioridades do funcionário em home office.

Escolher o ambiente de trabalho adequado para o seu empreendimento pode não ser uma tarefa fácil! Para quem está iniciando o negócio, as opções mais econômicas devem ser prioridade. Se desejar optar pelo home office, ofereça um treinamento para os profissionais, para que eles possam entender e colaborar com os objetivos da organização.

Coloque na balança as vantagens e as desvantagens da sala comercial, do coworking e do home office e veja qual deles se adéqua às suas necessidades. O bem-estar dos profissionais deve ser o principal aspecto a ser considerado!

Já escolheu qual ambiente de trabalho é mais adequado para seu empreendimento? Sala comercial, coworking ou home office? Conte pra gente nos comentários.

Quer compartilhar?
Empreendedor ideias conteudo email

Que tal o melhor conteúdo sobre empreendedorismo para você ter sucesso nos negócios?

Faça como centenas de nossos leitores: