Feijão com Arroz

Serviços de design na medida

Menu

O que não fazer quando o assunto é enviar emails

Internet Leia em 5 minutos

O email marketing é um excelente mecanismo se utilizado de forma estratégica e cuidadosa. Funciona muito bem para atrair seguidores para a sua empresa e para fidelizar consumidores. Contudo, alguns erros recorrentes em campanhas podem trazer prejuízo para a imagem da empresa perante os consumidores e o mercado.

Excesso de mensagens, falta de cuidado com o conteúdo, endereçamento equivocado são alguns dos principais erros cometidos e que acabam custando mais caro do que a encomenda.

Preparamos um artigo com os equívocos mais comuns para que você saiba exatamente o que não fazer para ter sucesso na sua campanha de email marketing. Confira!

Assunto muito longo

Este é um ponto-chave para que o público não ignore seus e-mails. Assuntos com várias palavras podem enviar seus e-mails diretos para a lixeira do assinante. O melhor caminho para atingir o leitor é ser sucinto e direto. Mas observe que ser sintético não é sinônimo de escrever apenas o básico. Então, capriche! Alie objetividade e criatividade e cuide para que a linha de assunto suscite curiosidade e interesse no leitor em potencial. Até porque o assunto pode ser a sua única chance de fazer o assinante abrir e ver o seu conteúdo.

Comprar uma lista de emails

A chave para o sucesso de estratégias de marketing atuais é não focar em atingir todas as pessoas do mundo, mas aquelas que podem se interessar pelo seu produto ou serviço. Portanto, enviar mensagens para o maior número de pessoas possível sem saber se há interesse ou não só fara com que a sua empresa perca credibilidade e lote as pastas de spam. Nesse caso, você ainda perde um bom dinheiro que poderia usar para investir em captar seguidores para o seu blog. Seguidores que poderiam tornar-se assinantes dos seus emails. Entendeu?

Enviar o mesmo email para todos os clientes

Personalize sempre que for possível. Não é somente uma questão de excesso de zelo. Não mesmo! É uma questão de eficiência. Como já falamos: do que adianta enviar emails sobre produtos que o destinatário não tem interesse? A resposta é não adianta. Existem mecanismos que permitem que você descubra os principais interesses do cliente na sua empresa. Os produtos que consome, o conteúdo que lhe chama mais atenção, entre outras minúcias.

Use-as a seu favor. Direcione e-mails específicos para cada tipo de assinante que você conseguir estabelecer. Essa estratégia irá aumentar a eficácia das mensagens e o número de e-mails abertos pelo assinante. Por exemplo, há uma grande diferença entre um cliente que acabou de assinar com a sua empresa e um que consome seus produtos há três anos, não é? Os interesses são diferentes. Os emails enviados também devem ser.

Focar no produto e não no consumidor

Talvez o erro mais comum em campanhas de e-mail marketing. É simples: você escreve o e-mail para o fabricante do produto ou para o consumidor? Logo, não há porque você usar o sua mensagem como um encarte de supermercado, repleto de fotos dos produtos e de preços. Crie um diferencial. Apresente ideias e soluções para o assinante! Uma dica de consumo, uma oferta especial, enfim, conceda aos clientes mais do que eles esperam da sua empresa.

Excesso ou falta de CTAs no email marketing

CTA é uma sigla para Calls to Action. Trata-se de uma técnica de redação na internet na qual o leitor é convidado a interagir, seja clicando em links ou comentando sobre o conteúdo em questão. Normalmente, o CTA é usado em e-mails para o cliente clicar em links que levam a página da empresa ou direto para o produto tratado na mensagem.

Na ânsia por cliques, algumas empresas exageram na quantidade de CTAs e geram incômodo nos assinantes. Outras companhias, por sua vez esquecem sempre de postar ao menos um CTA na mensagem. O ideal é que o e-mail contenha um CTA – ou no máximo dois – que levem o cliente diretamente ao produto ou serviço comentado no e-mail. Não faça o cliente perder tempo clicando em inúmeros links inúteis que trazem uma falsa estatística de visualizações no seu site. É melhor ter consumidores do que visualizadores, não acha?

Não estabelecer a frequência correta

Procure equilibrar a frequência no envio de e-mails. O excesso pode ser tão prejudicial quanto longos intervalos entre uma mensagem e outra. O ideal é enviar duas mensagens por semana – com conteúdo relevante – para gerar engajamento dos assinantes. Caso você esteja na dúvida, uma forma interessante de delimitar a quantidade de emails enviados é perguntar diretamente ao cliente durante a assinatura.

Se esta ferramenta não estiver disponível, investigue os índices de abertura dos email de cada cliente e adapte sua estratégia de acordo com o comportamento observado. Por exemplo, digamos que um cliente recebeu uma mensagem na segunda-feira e na quarta-feira e abriu ambas. Na sexta-feira, ele recebeu outra, porém não clicou no email. Logo, talvez para esse cliente apenas duas mensagens por semana seja o suficiente.

Não usar imagens

Use pelo menos uma imagem por email. Isso é uma regra. Imagens dizem mais do que mil palavras, diria o outro. Em parte, é uma verdade. Elas captam a atenção do leitor e diferenciam o seu conteúdo de outras mensagens.

Mas cuidado! O excesso pode ser altamente prejudicial. Usar apenas uma imagem no e-mail ou diversas gravuras podem transformar a sua mensagem numa propaganda gigante e indesejável. Sem contar que podem acontecer problemas no link da imagem e ela simplesmente não abrir no navegador do cliente. Então, administre-as bem!

Português é bom e seus assinante gosta

Aposto que você sentiu uma dor no estômago com o erro de concordância acima. Mas foi proposital. Queríamos que você percebesse o quanto um erro crasso de português pode fazer a sua empresa perder muita credibilidade. Uma rápida revisão evita os erros e garante que sua campanha não seja um desastre.

Ufa! Agora você já sabe o que não fazer na campanha de email marketing da sua empresa. Cortando esses equívocos, o seu negócio aumenta consideravelmente as chances de fidelizar os clientes assinantes.

Agora, queremos saber: já começou a sua campanha de e-mail marketing e tem alguma dúvida sobre como proceder? Deixe o seu comentário para que possamos ajudar!

Quer compartilhar?
Empreendedor ideias conteudo email

Que tal o melhor conteúdo sobre empreendedorismo para você ter sucesso nos negócios?

Faça como centenas de nossos leitores: