Feijão com Arroz

Serviços de design na medida

Menu

Como ter cartões de visitas criativos?

Comunicação Leia em 5 minutos

Você provavelmente já ouviu falar sobre os cartões de visitas, aqueles impressos que são usados por todos os tipos de profissionais para a divulgação de seu trabalho. Os cartões são uma forma prática e relativamente barata de divulgar o trabalho e informações essenciais do indivíduo em um formato pequeno, fácil de guardar e de carregar.

Ter um cartão de visita é importante, mas é ainda melhor desenvolver um que seja inovador, que dê destaque a sua marca pessoal e garanta maior exposição nas carteiras e mentes dos clientes. Veja em nosso post dicas e orientações de como desenvolver cartões de visitas criativos de forma descomplicada e eficiente!

Use um tamanho ideal

Embora seja tecnicamente possível usar tamanhos não padronizados de cartões de visitas, utilizar as dimensões-padrão de 90mm x 50mm ou 80mm x 50mm facilita o trabalho da gráfica e otimiza os custos da impressão, além de evitar estranhamento por parte dos leitores.

Escolha as informações a serem incluídas

Como citamos acima, o cartão tem dimensões compactas, tornando essencial fazer uma escolha consciente de quais informações devem ser colocadas e quais devem ficar de fora – afinal, é um cartão de visita, e não um panfleto!

Não deixe de incluir seu nome, profissão (com área de especialidade e dados afins, se existentes), telefone e outros meios de contato, endereço e sua logo ou identidade visual, caso tenha uma. Qualquer informação além destas essenciais deve ser incluída com muito cuidado, apenas se estritamente necessárias.

Organize os elementos de forma harmônica

Apenas inserir suas informações e demais elementos sem qualquer forma de organização ou hierarquia também não é uma boa estratégia. Defina quais itens são mais importantes e dê mais destaque a eles, com tamanhos maiores ou posicionamento diferenciado. Sempre que possível, opte por alinhar os elementos do cartão a uma margem, seja a esquerda ou a direita. Evite centralizar elementos textuais.

Deixe tudo bem visível

Um cartão de visita que precise ser aproximado dos olhos para leitura não é um cartão eficiente: usar textos e imagens muito pequenas é um dos erros clássicos neste formato de impresso. Para garantir que todos os escritos estejam legíveis, utilize tamanhos de fonte acima de 10 pontos.

Tome cuidado ao selecionar as fontes do seu cartão

As fontes são um conjunto de letras de mesmo estilo, utilizadas para compor tudo o que se relaciona a textos. Escolher uma boa fonte é um grande passo no caminho de fazer um cartão eficiente, bonito e impactante. Como regra geral, recomenda-se utilizar fontes com traços simplificados e elegantes, sem muitos floreios e excessos.

O número de fontes também é um ponto a se considerar: o pequeno tamanho do cartão não comporta muitos estilos de letras diferentes. O ideal é utilizar, no máximo, duas tipografias distintas, ou mesmo dois pesos da mesma tipografia (normal e negrito, por exemplo)

Lembre-se que, na hora de escolher as cores, menos é mais

Selecionar as cores a serem utilizadas é sempre uma tarefa difícil, mas a velha regra minimalista e o tamanho do cartão de visita são grandes aliados na decisão. A paleta ideal para um cartão tem no máximo três ou quatro cores, das quais uma tem destaque e as demais aparecem em pequenos detalhes.

Saber o que cada cor evoca também é essencial: cada público-alvo possui uma demanda diferente, assim como cada área de atuação profissional. Profissionais de psicologia, por exemplo, podem investir em tons azuis, verdes ou púrpuras, que são conhecidos por transmitirem segurança, calma e sobriedade, enquanto empresas de alimentação recorrem a variações de vermelho e amarelo, cores energéticas e que despertam a mente do leitor.

Assim que definir sua cor principal, construa o restante da paleta com a ajuda do círculo cromático: escolha uma cor análoga, uma complementar ou semicomplementar e uma neutra (geralmente, utiliza-se o preto para esta função).

Use bem o contraste

Enquanto uma paleta de cores reduzida é recomendada para evitar uma confusão visual, o uso do contraste é essencial para garantir a legibilidade de suas informações. Se o fundo do cartão é de cor clara, use letras escuras, e vice-versa. Nem sempre é necessário que as informações sejam escritas em branco ou preto: use a criatividade para ter resultados diferenciados!

Pense fora da caixa para ter cartões de visitas criativos

Nos parágrafos acima, tratamos de regras básicas de design para que seu cartão tenha a legibilidade e eficiência necessárias para funcionar, mas a criatividade é ingrediente essencial para uma arte final encantadora. Busque referências artísticas, profissionais, elementos que definam seu trabalho e tente integrá-los à sua arte – sempre respeitando as orientações gerais.

Acabamentos gráficos diferenciados

Com a evolução tecnológica e a popularização dos grandes impressos, as gráficas de qualidade possuem atualmente um grande repertório de acabamentos, como a laminação fosca, o alto-relevo e a aplicação de verniz. Eles podem (e devem) ser utilizados se couberem dentro do orçamento, pois além de conferirem destaque estético, ainda protegem seu cartão de poeiras, gorduras e sujeira.

Escolha um papel e gráfica adequados

Um cartão de visita tem de ser sólido, transmitir segurança e suportar o uso por anos. Para garantir isso, deve-se optar por bons papéis, de alta gramatura e resistência, como o couchê. Nada de impressão em papel sulfite!

Falando em impressão, escolher uma boa gráfica é o último e vital passo para um resultado final adequado. De nada adianta criar uma arte excelente se a impressão final tem erros ou é feita por profissionais desqualificados. Procure por gráficas reconhecidas e que ofereçam todo o suporte ao cliente, evitando dores de cabeça desnecessárias.

Como último adendo, lembramos que o cartão de visita deve fazer parte de uma identidade visual que englobe todas as atividades e itens gráficos que você possua. Caso ainda não tenha uma identidade visual, procure um profissional para lhe ajudar a desenvolver uma – ter uma comunicação gráfica coerente aumenta muito o reconhecimento do público!

Ao longo deste artigo, vimos dicas e orientações para compor cartões de visitas criativos e eficientes, desde a concepção da arte até a escolha do papel e do local de impressão. Esperamos que estas informações sejam úteis na criação de seu cartão, mas lembre-se sempre: se houver alguma dúvida, procure um designer, que certamente saberá como ajudar na criação de um impresso implacável!

Gostou da postagem? Já tem um cartão? Conte-nos mais nos comentários!

Quer compartilhar?
Empreendedor ideias conteudo email

Que tal o melhor conteúdo sobre empreendedorismo para você ter sucesso nos negócios?

Faça como centenas de nossos leitores: