Feijão com Arroz

Serviços de design na medida

Menu

Por que preciso de um contador para minha empresa?

Empreendedorismo, Finanças Leia em 5 minutos

Sua empresa está quase saindo do papel. Toda a ideia já foi revista e o modelo de negócio já está bem pensado. Você, como empreendedor motivado que é, tem plena certeza que irá se firmar no mercado. Falta apenas cumprir a etapa da legalização e tornar-se uma pessoa jurídica para embarcar nessa investida.

É nesse momento que o contador entra em cena, o profissional que viabilizará todo esse procedimento e vai te deixar tranquilo para focar na atividade de sua empresa. Porém, você pode estar se perguntando: preciso de um contador mesmo?

No conteúdo a seguir, você verá que o empreendedor não pode dar conta de tudo sozinho e que a presença dessa peça é fundamental para vencer o jogo!

Quando preciso de um contador?

O contador deverá estar presente praticamente em todas as etapas do seu negócio. É um profissional versátil, com conhecimentos que abrangem não apenas a contabilidade pura, mas também os trâmites junto ao fisco, as estratégias gerenciais e o setor pessoal.

Na abertura da empresa

Nos primeiros passos da sua empresa, o contador se fará presente como um elo de comunicação entre o empreendedor e os órgãos públicos que precisam ser avisados da constituição de uma pessoa jurídica.

No entanto, antes de começar essa maratona de burocracia, é ideal que você escute o contador para que vocês estabeleçam alguns detalhes importantes nesse momento. Descreva a iniciativa que você tem em mente para que o contador traduza em modelos societários e tributários.

Quantos sócios farão parte do negócio? Quanto será investido na empresa? Como se dará esse investimento? Essas informações são necessárias para que o contador defina qual documento formalizará o empreendimento. Pode ser um contrato social ou um estatuto, que poderão ser aplicados em cartório ou na Junta Comercial de sua região.

Outro ponto de grande importância a ser abordado na abertura de uma empresa é o planejamento tributário. Trata-se do enquadramento de sua empresa no regime tributário menos oneroso para que você economize em impostos. Não basta incluir sua empresa dentro do Simples Nacional e achar que essa é a opção mais vantajosa. Contadores mais experientes põem todos os detalhes na balança antes da melhor escolha.

Durante a operação da empresa

Quando seu empreendimento já está em ritmo de atuação, o contador é essencial para manter a empresa em dia com o fisco, fornecer uma gama de informações importantes e ajudar no desenvolvimento de seu negócio.

A partir do momento que você constitui uma pessoa jurídica, mesmo que ela não esteja em movimento, existe uma série de obrigações fiscais que devem ser enviadas para os órgãos públicos e que são relatórios para todas as esferas governamentais.

A prefeitura, por exemplo, lida com as empresas de serviços, enquanto o governo do estado é responsável pelas atividades de comércio e de indústria. Acima destes, ainda temos a Receita Federal fiscalizando os tributos federais. O fisco está sedento pelas informações de sua empresa, e seu contador sabe exatamente quais são as declarações obrigatórias para enviar.

Mas não basta apenas lidar com a fiscalização. O contador é um profissional com uma bagagem capaz de fornecer informações valiosas para fomentar a sua empresa. Demonstrações contábeis, como o balanço patrimonial e a DRE, não são documentos para ficarem guardados no seu arquivo.

Seu contador pode extrair informações para solucionar questões da sua empresa. Quanto tenho para receber em curto prazo? Quanto devo ao banco? Quanto foi meu lucro no último mês? Todas essas respostas podem ser respondidas pelo contador por meio de uma análise nas demonstrações contábeis.

No encerramento da empresa

Se chegar o momento de encerrar as atividades de sua empresa, é preciso de um contador para proceder com o passo a passo necessário.

Da mesma forma que o fisco foi comunicado na abertura, ele também precisa receber informações no momento do fechamento do negócio. Para isso, o contador precisa levantar os débitos junto aos órgãos públicos e reunir as certidões negativas após a quitação destes para, então, proceder com o distrato da empresa junto ao órgão responsável pelo registro.

O contador ainda precisará apurar informações como o valor do lucro final a ser distribuído entre os sócios, dívidas junto a credores e valores a receber. Tudo pode ser visto por meio das demonstrações contábeis.

E se eu optar por não contratar um contador?

As consequências de descartar um contador para seu negócio são enormes e podem influenciar a saúde da sua empresa, chegando à fronteira entre o sucesso e o fracasso.

A legislação tributária brasileira é extremamente complexa e volátil. A carga de impostos é alta e as exigências do fisco variam com muita frequência. Se você quiser encarar essa missão sozinho, a probabilidade de você deixar alguma obrigação escapar é alta e o fisco está atento a cada deslize para cobrar multas altíssimas e a aumentar a arrecadação.

Além da legislação tributária, caso tenha empregados na sua empresa, você também deverá lidar com a legislação trabalhista. As informações sobre seus colaboradores deverão abastecer vários órgãos públicos envolvidos, como a Caixa Econômica Federal e o Ministério do Trabalho, que, novamente, estão prontos para cobrarem multas pesadas caso você cometa algum equívoco em suas obrigações.

Sem um contador, você também estará sujeito a um crescimento mais lento da sua empresa, já que deixa de contar com uma série de informações gerenciais que cercam seu negócio. Você mesmo terá de administrar os custos da sua produção, formar o preço dos seus produtos e serviços e tomar decisões estratégicas sem a ótica de um profissional preparado.

Diante das informações que compartilhamos aqui, fica claro que é preciso de um contador para que seu negócio possa fluir da forma mais rentável e lucrativa. Procure referências com outros colegas empresários para escolher o melhor profissional. Fuja de contadores que se limitam às declarações com o fisco e negligenciam todo o conhecimento gerencial que podem fornecer.

Quando sua empresa tiver um maior porte, vale a pena contratar um contador para compôr seu quadro de empregados e trabalhar dedicado a você.

Se ainda quer entender mais a respeito da necessidade desse profissional, deixe um comentário aqui e vamos ajudá-lo a empreender, combinado?

Quer compartilhar?
Empreendedor ideias conteudo email

Que tal o melhor conteúdo sobre empreendedorismo para você ter sucesso nos negócios?

Faça como centenas de nossos leitores: