Feijão com Arroz

Serviços de design na medida

Menu

5 ideias de negócios em alta para 2016

Empreendedorismo Leia em 3 minutos

O empreendedorismo vem tomando forma no Brasil e sendo assunto de destaque nos principais noticiários do país. Muitas pessoas enxergaram oportunidades melhores, deixando seu cargo em empresas de grande porte para empreender em segmentos que estão em plena expansão este ano. Escolher o segmento de atuação e montar o negócio próprio é o principal desafio de quem quer empreender e ter sucesso.

Acompanhe abaixo alguns modelos para quem quer empreender seguindo as principais tendências para 2016:

1. Mobilidade urbana

A mobilidade urbana tem sido um assunto de destaque nos últimos tempos, principalmente nas principais cidades e capitais brasileiras, onde, em horário de pico, têm recordes de trânsito. É nesse cenário caótico que surgiram aplicativos para ajudar os motoristas ou pessoas que desejam se locomover pela cidade com agilidade, como Waze, Moovit, EasyTaxi, Uber e 99Taxis. Todos esses são exemplos de aplicativos para traçar rota ou encontrar táxis facilmente.

O ponto nesse caso é o fato de que estes aplicativos são empresas startups com crescimento exponencial de grande destaque no segmento de mobilidade urbana. Porém, essa área é grande e sempre haverá espaço para boas ideias que apresentarem soluções, serviços ou produtos para resolver problemas da categoria.

2. Energia

Com a crise hídrica que acompanhamos, a demanda por energia tem sido um problema mundial e um assunto amplamente debatido. Acreditamos que startups com propostas para gerar energia limpa e sustentável serão tendências em 2016 e proporcionarão condições de faturar muito dinheiro, principalmente para quem conseguir resolver ou amenizar esse problema que vem sendo postergado com soluções paliativas e onerosas para o governo.

Existe um mercado inexplorado no campo da energia eólica e solar, que são soluções limpas e com o melhor custo/benefício apresentado até o momento.

3. Mercado imobiliário

Com a bolha imobiliária na qual imóveis de localizações não tão privilegiadas chegaram à casa do meio milhão de reais, as construtoras amargam a alta taxa de inadimplência e a devolução de alguns imóveis. A solução nesses casos é a reestruturação de contratos e facilidades de crédito para renegociação de dívidas para resolver problemas do setor.

Como medida adotada pela maioria das construtoras está o auxílio ao cliente inadimplente na revenda do imóvel como forma de quitar parcialmente a dívida e transferir o restante do financiamento para o novo comprador. Mas essa solução demanda tempo e uso de recursos da construtora que poderiam estar empenhados na captação de novos clientes, e não em resolver problemas do passado.

4. Soluções para PMEs

Empresas consolidadas no mercado e startups surgem frequentemente com novas propostas de baixo valor de investimentos para automatização sistêmica de empresas de micro, pequeno e médio porte. Softwares e sistemas para essas empresas são boas oportunidades para se apostar sem medo em 2016, principalmente quando aliadas a projetos de baixo custo.

5. Saúde

A área da saúde é extremamente complexa e gigante quando comparada a outras. Sempre existirão oportunidades para empresas de qualquer porte participar e propor soluções, principalmente nos campos de  marcação de consultas, entrega de exames e prontuários digitais.

Um bom exemplo de inovação do momento é o site Boa Consulta, que permite o agendamento médico sem a necessidade de ligar para os hospitais ou consultórios.

Ideia bônus: Internet das Coisas

Por último, conectar todos os dispositivos eletrônicos e controlá-los com um smartphone por meio da internet é o sonho da maioria dos brasileiros. Ainda mais se for possível chegar em casa e ter o ar-condicionado ligado na temperatura certa com as luzes da garagem acesas enquanto você estiver dentro do veículo. Essa revolução tecnológica é pouco explorada no Brasil, e boa parte da população tem interesse em ter comodidade e tecnologia aliadas na mesma solução.

O problema é que apenas timidamente surgem eletrodomésticos, tênis ou maçanetas das portas residências conectadas à internet e a outros dispositivos digitais, mas nenhum avanço para a casa do futuro é apresentado.

Agora é com você: tem interesse e conhecimentos em alguma dessas áreas? Ou ainda tem dúvidas do por que o empreendedorismo é tão importante para 2016? Deixe nos comentários a sua opinião!

Quer compartilhar?
Empreendedor ideias conteudo email

Que tal o melhor conteúdo sobre empreendedorismo para você ter sucesso nos negócios?

Faça como centenas de nossos leitores: